Assessorias em Geral - Praias de Portugal

Segunda-feira, 15/04/2019 às 12:33

Praias de Portugal

Portugal tem sido, nos últimos anos, um alvo de um turismo crescente. Em 2018, quase 13 milhões de visitantes foram a Portugal passar férias. Para colocar este número em perspetiva, Portugal tem menos de 10 milhões de habitantes. Mesmo entre os seus habitantes, muitos fazem o chamado “vá para fora, cá dentro”, ou seja, o turismo interno.

Lisboa, Porto e Sintra, lideram os locais com mais visitas, numa crescente tendência de turismo urbano e histórico que ganha cada vez mais adeptos. Até figuras mediáticas, como Madona ou Michael Fassbender, escolheram Lisboa para se mudarem. Contudo, o turismo balnear não foi esquecido ou deixado de lado, e ainda representa uma boa parte das receitas turísticas do país. Prova da sua ainda importância, são as preocupações dos órgãos políticos e econômicos com o Brexit, e de que forma este pode afetar o turismo oriundo do Reino Unido, um dos principais públicos alvo das praias do Algarve.

A conjugação do seu clima (um clima mediterrâneo com influências do clima atlântico) com a sua longa extensão de costa (mais de 900km de areais e rabinas) com areia geralmente branca e fina, com a natural e humilde forma de receber o turista, tão celebremente gabada, fazem de Portugal um local cada vez mais apetecível para o turismo balnear. Não podemos também esquecer as ilhas, Madeira e Açores, que apesar de apresentarem um elemento turístico mais rico em outras vertentes, possuem também incríveis praias. Portugal acaba também beneficiando-se como destino balnear no mediterrâneo devido à instabilidade política e à insegurança que se vive nos países concorrentes neste mercado, nomeadamente os países do Magreb, como a Tunísia ou Líbia.

Em próximas postagens esperamos abordar e informar melhor sobre as praias deste país incrível. Iremos percorrer o país de norte a sul, nomeando e descrevendo as praias mais conhecidas, as menos conhecidas, dar a conhecer o que fazer naquelas horas em que não se pode (ou melhor, que não se deveria) apanhar sol, bem como aceder às mesmas. Informações sobre atividades para a saúde e para o bem-estar do seu corpo também serão dadas, e sempre que possível algum enquadramento histórico também será dado.

Iremos ordenar as mesmas por ordem geográfica, já que obviamente não poderíamos usar critérios subjetivos, como beleza e encanto, o que seria demasiado difícil. Entre os habitantes do litoral português, não há quem não afirme que a sua praia é a melhor de todas e leve demasiado a peito que digam que talvez seja alguma outra qualquer. Na verdade, a eleição da melhor praia de Portugal é subjetiva a tantos fatores, que se torna quase impossível eleger uma e agradar a gregos e troianos. Porque umas têm a areia mais fina, noutra o mar mais quente, umas tem mais atração noturna, umas tem ótima restauração e outras mais turismo urbano. A preferência do banhista, e o tipo de férias que pretende (bem como o orçamento) ditam, na sua ótica, qual efetivamente é a melhor praia.

Na medida do possível procuraremos deixar aqui as informações e detalhes necessários para que possam, de onde estiverem, decidir por conta própria sobre essa difícil questão de qual é a melhor praia de Portugal.

publicidade

publicidade

publicidade2

publicidade