Lagoa da Conceição - Trapiche

Lagoa da Conceição

Localizado no centro geográfico da Ilha de Santa Catarina, entre os bairros do Rio Tavares, Itacorubi, Barra da Lagoa e Rio Vermelho, o bairro Lagoa da Conceição está distante a 11,7 km do Centro e a 25 minutos do Aeroporto Internacional Hercílio Luz. Ocupa uma área de 19,71 km² e possui uma população fixa superior a 30.000 habitantes, distribuída em localidades como o Centrinho, Canto dos Araças, Costa da Lagoa, Porto da Lagoa e Canto da Lagoa.

O bairro Lagoa da Conceição reúne praias, dunas, montanhas e a maior lagoa da Ilha. Por sua beleza singular, tornou-se o ponto turístico natural mais conhecido da cidade.

Seja no ar, na terra ou na água, quando se fala na prática de esportes em contato com a natureza, a região da Lagoa da Conceição é o lugar. Se tem vento soprando dos quadrantes norte, leste ou sul, é comum encontrar praticantes de windsurf, vela, kitesurf e voo livre. Nas praias vizinhas, não importa a temperatura, sempre tem surfista na água. Nas dunas, entre a Lagoa da Conceição e a Praia da Joaquina, sempre tem gente dropando no sandboard. Mas, se você quer algo mais calmo e contemplativo, existem várias trilhas para os passeios ecológicos e de mountain bike.

Com a grande circulação de turistas e moradores, o comércio no bairro é forte. Um dos principais pontos é o Shopping Via Lagoa, que conta com cerca de dez lojas e uma pequena praça de alimentação. No centrinho, pode-se encontrar de tudo, desde mercados, farmácias e padarias a surf shops e lojas de decoração.

publicidade

A grande quantidade de barzinhos, lounges, casas noturnas e restaurantes faz da noite da Lagoa da Conceição uma das mais badaladas da cidade. Mesmo fora da temporada de veraneio, sempre tem movimento. Pode-se escolher entre lugares calmos com música ao vivo, apresentações de bandas alternativas, boates, bar com pista de dança ou ao ar livre.

 

Canto dos Araçás

O Canto dos Araçás é uma das mais antigas localidades, pois foi nessa região que os primeiros colonizadores açorianos se estabeleceram, erguendo a primeira igreja do povoamento em homenagem à Nossa Senhora da Conceição.


Costa da Lagoa

A Costa da Lagoa está localizada ao longo da margem noroeste da Lagoa da Conceição, sendo que o seu acesso é feito, em parte, por via pública, através da Rua João Henrique Gonçalves e depois somente por trilha ou barco táxi. É na Costa da Lagoa que ficam os restaurantes que servem frutos do mar, com destaque para a famosa Sequência de Camarão. A localidade ainda guarda os resquícios da colonização açoriana em seu modo pacato de viver e no falar.

publicidade

História

A região do bairro Lagoa da Conceição foi habitada primeiramente pelos Carijós, índios Tupi-guarani. Os vestígios dessa ocupação são os sítios arqueológicos, onde foram encontrados pontas de flechas e sambaquis. As oficinas líticas, denominação dos lugares usados para fazer ferramentas, podem ser vistas nas pedras da Joaquina e da Galheta. Os índios também marcaram presença em algumas heranças deixadas aos açorianos, entre elas o cultivo da mandioca e o feitio de canoa de garapuvu.

Em meados do século XVIII, a corte portuguesa determinou que a Ilha de Santa Catarina fosse colonizada para garantir sua posse. Os escolhidos para essa empreitada foram os habitantes da Ilha de Açores, que sofriam com terremotos e superpopulação. Eles vieram entre 1748 e 1756 e foram assentados em microrregiões afastadas, cada qual com administração, igreja e polícia próprias, denominadas freguesias. A Freguesia de Nossa Senhora da Conceição da Lagoa foi uma das primeiras, fundada em 1750.

Certamente, a visita mais ilustre que o local recebeu foi em 1845, quando Dom Pedro II aportou em Desterro. Na ocasião, o imperador doou uma custódia de prata para a Igreja da Lagoa. Ele voltou em 1861, dando outro presente à capela: os dois sinos que ainda estão lá.

Mesmo com novos moradores vindos de outras cidades, principalmente a partir de 1980, as tradições açorianas, como a pesca e a renda de bilro, bem como o folclore presente nas histórias de bruxas, feiticeiras, lobisomem e boitatá, ainda fazem parte da vida dos nativos. O Terno de Reis, a Ratoeira, a Cantoria do Divino, o Pau de Fita e o Boi de Mamão são algumas das manifestações artístico-culturais preservadas. Atualmente, o Centro Cultural Bento Silvério funciona como maior propagador destas atividades, oferecendo vários cursos durante o ano.

 

Vídeo da Lagoa:

 

Vídeo da Praia da Joaquina:

 

Vídeo da Praia do Gravatá:


publicidade

publicidade

publicidade2

publicidade