Museu Ar Livre:  Placas

Museu Arqueológico ao Ar Livre


Dicas de Cultura

  • Antonieta de Barros

    Quem foi Antonieta de Barros?

    Antonieta de Barros foi professora, dirigente escolar, jornalista, escritora e política. Uma mulher excepcional, a frente de seu tempo, que rompeu...
    Leia Mais

  • Museu do Lixo

    Museu do Lixo

    Inaugurado em 25 de setembro de 2003, o Museu do Lixo nasceu da iniciativa de um grupo de funcionários da...
    Leia Mais

É um passeio diferente do habitual, localizado na praia do Santinho. Os visitantes observam e apreciam ao ar livre as Inscrições Rupestres grafadas possivelmente entre um e quatro mil anos atrás. As inscrições rupestres ou petroglifos são expressões gráficas marcadas em superfícies rochosas, quase sempre em lugares elevados como costões, penhascos e paredões.

A Praia do Santinho deve este nome a uma inscrição rupestre, cujo formato lembrava um pequeno santo. Pescadores costumavam fazer um culto simbólico a essa inscrição já desaparecida, acendendo velas e rezando para pedir proteção e farta pescaria. O caminho que forma o roteiro está sinalizado, calçado e parte do conjunto arqueológico foi protegido por uma estrutura de sombreamento.

Ainda na trilha é possível observar, distribuídos em um extenso costão de diabásio, e de difícil acesso, quatro grupos de petróglifos: figuras antropomorfas, esquemas geométricos, painéis e sinalizações isoladas em baixo relevo. Também ocorrem vestígios das oficinas líticas, gravadas na cavidade das pedras, com dezenas de alisamentos onde, à beira mar, eram afiados os instrumentos das populações primitivas.

Endereço e Visitação

Na Praia do Santinho, seguindo a trilha ao longo do Costão a direita da praia .
O horário é livre, mas o ideal é visitar durante o dia.
Gratuito.

 

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade