Museu Sambaqui - Entrada

Museu do Homem do Sambaqui


Dicas de Cultura

Organizado a partir de 1964, pelo Padre João Alfredo Rohr, o Museu do Homem do Sambaqui possui um dos maiores acervos arqueológicos do Brasil, reunindo aproximadamente cinco mil objetos. Especializado em arqueologia pré-histórica, o Museu contém peças com mais de oito mil anos. Entre elas se destacam esqueletos retirados de sítios arqueológicos descobertos pelo Padre na Ilha de Santa Catarina e no interior de Santa Catarina. Além disso, urnas funerárias, sepultamentos indígenas, artefatos indígenas líticos e fragmentos cerâmicos também foram descobertos.

Para encontrar essas peças foram necessárias diversas escavações, principalmente em regiões no sul da Ilha, como na Base Aérea, Armação, Pântano do Sul e na Praia da Tapera. Também foram realizadas escavações na Praia das Laranjeiras (Município de Camboriú) e no Município de Itapiranga. Atualmente são quase 200 esqueletos em ótimo estado de conservação, com idade estimada entre 1.055 e 1.552 anos.

O Museu também possui uma ala de zoologia, onde há animais de várias espécies conservados por meio de taxidermia. O acervo ainda abriga arte sacra, numismática (moedas e células), fósseis com até 225 milhões de anos, utensílios indígenas e outros materiais. Portanto, o Museu do Homem de Sambaqui guarda um dos maiores acervos arqueológico do Brasil.

Acervo

O acervo do Museu do Homem do Sambaqui desenvolve um trabalho de preservação dos materiais de pesquisa que possam contribuir na compreensão da história natural, arqueológica e antropológica catarinense. O Museu abriga as seguintes coleções: arqueológica, geológica, zootécnica, numismática, vestes litúrgicas e malacológica.

Arqueológica: possui esqueletos com aproximadamente mil anos, cerâmicas da Tradição Tupi-guarani e pontas de flechas. O conhecimento dessas riquezas arqueológicas insere você no rastro de nossos ancestrais e permite o entendimento da vida nesse período tão distante.

Zootécnica: aqui você encontra exemplares da fauna brasileira como falcões, onças, tucanos e garças. Essa coleção vislumbra sobre a beleza e a riqueza de nossa fauna, bem como alertar para os riscos de extinção de algumas espécies.

Numismática: é sobre as transformações na economia brasileira, especialmente por meio do uso da moeda. O acervo possui moedas cunhadas nos períodos colonial, imperial e republicano.

Malacológica: abriga moluscos encontrados nas praias de Santa Catarina. Dentre esses moluscos, o Museu possui carapaças de vieiras, ostras de mergulho e caramujos (gastrópodes) raros.

Geológica: são materiais rochosos e minerais que permitem entender sobre as transformações geológicas do planeta. O Museu possui rochas sedimentares de 280 milhões de anos, rochas metamórficas com dois bilhões de anos e rochas ígneas com gemas preciosas.

Vestes Litúrgicas: contém materiais que revelam como se vestiam os religiosos nas celebrações religiosas, nas missas e em adorações eucarísticas. O Museu possui casulas do século XX, manípulos e estolas.

Endereço, Visitação e Contato

Museu do Homem do SambaquiColégio Catarinense – Rua Esteves Júnior, 711 – Centro.
Para visitação é necessário agendamento antecipado somente por telefone (de segunda a sexta das 13h30 as 17h30).
Gratuito.
(48) 3251-1516 ou no site.

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade