Trilha dos Macacos

Dicas de Turismo

  • Marque - Museu de Arqueologia e Etnologia

    MArquE

    O Museu de Arqueologia e Etnologia da Ufsc (MArquE) abre as portas para a comunidade, convidando todos para conhecer um...
    Leia Mais

  • Capela do Menino Deus

    Museu Sacro da Capela Menino Deus

    O Museu Sacro da Capela do Menino Deus (1762), fica anexo ao Imperial Hospital de Caridade e possui acervo constituído...
    Leia Mais

Guia Santa Catarina

Garopaba

Praias próximas: Garopaba

Por ser perto, muita gente vai surfar ou pegar uma praia em Garopaba. Conheça as várias praias perfeitas para o... Leia Mais

Um Caminho Solitário

A Trilha dos Macacos, como é conhecido o tortuoso caminho que liga a Vargem Grande à Lagoa da Conceição, faz a ligação entre as regiões Norte e Leste da Ilha. Este caminho, praticamente abandonado, foi, até o final do século XVIII, utilizado pelos moradores da Costa da Lagoa que pretendiam chegar ao Norte da Ilha. Muitos trechos, hoje cobertos pela vegetação, já foram passagem para rebanhos de gado e para parte da produção de farinha moída nos engenhos da Costa.

Para se percorrer toda sua extensão, desde a Vargem Grande até a localidade conhecida como Saquinho, na Costa da Lagoa, leva-se cerca de três horas. A trilha atravessa uma região pouco explorada de mata densa e árvores de grande porte. O caminho atravessa cerca de oito quilômetros dentro da mata nativa e percorre, em grande parte, o Parque Florestal do Rio Vermelho – uma área de preservação permanente fiscalizada pela Polícia Ambiental. Esta trilha não é aconselhável para quem não conhece o local. O ideal é contar com um guia ou alguém que conheça o caminho.

O Refúgio dos Macacos-Prego

Para localizar o início da trilha, deve-se, a partir do ponto final do ônibus da linha Vargem Grande, seguir em direção à cadeia de morros. A entrada está a 100 metros de um campo de futebol. Este caminho fica próximo às últimas casas da comunidade do Santo Daime. No início do percurso passa-se por uma ponte sobre um riacho onde há uma cachoeira. É só a primeira parada.

A caminhada prossegue pela Mata Atlântica, que em muitos locais parece apagar completamente a trilha. A região é coberta por uma floresta praticamente intocada, que acaba servido de refúgio para roedores, pequenos mamíferos e primatas. Os macacos-prego, espécie que deu nome à região, já foram mais numerosos, mas o animal foi muito caçado e hoje só aparece em pequenos bandos pela manhã.

Depois de muito caminhar, chega-se a uma bifurcação. A trilha que segue à direita leva à comunidade do Rio Vermelho. Para se chegar à Costa da Lagoa é necessário seguir em frente pelo caminho principal e somente abandoná-lo quando se encontra um riacho que leva à Praia do Saquinho, uns dos locais mais isolados da Costa da Lagoa, frequentado somente pelos poucos moradores.

Para sair do Saquinho, pode-se continuar pelo caminho em direção ao Centrinho da Costa da Lagoa. Mas, depois de uma caminhada tão pesada, aconselha-se seguir até o trapiche onde atracam as embarcações da Cooperbarco, que levam diretamente à Freguesia da Lagoa (Centrinho da Lagoa). Próximo ao ponto de desembarque passam ônibus da empresa Transol, que levam ao centro da cidade.

Informações

Nível de dificuldade: difícil.

Atrativos: lagoa, vista panorâmica, Mata Atlântica, macaco-prego, jacaré-do-papo-amarelo, quati, fontes d’água, passeio de barco.

Tempo: 3h

Início: Estrada Geral da Vargem Grande, próximo às últimas casas da Comunidade Santo Daime

Fim: Costa da Lagoa, entre as praias do Saquinho e do Sul

Principal dificuldade: Trilha praticamente abandonada e com bifurcações

Como chegar: Na Comunidade Santo Daime, pouco antes de um campo de futebol, segue-se à direita, no sentido Vargem Grande-Rio Vermelho


publicidade

publicidade

publicidade