Trilha do Morro das Aranhas

Trilha do Morro das Aranhas

Dicas de Turismo

Guia Santa Catarina

Balneário Camboriu

Conheça Balneário Camboriú

Pertinho de Florianópolis está o badalado Balneário Camboriú, conhecido também por BC. Muita gente aproveita para passar o dia nas... Leia Mais

Entre as atrações da trilha estão áreas para banho de mar, oficinas líticas, costões, vista para a Ilha das Aranhas, Praia do Moçambique,  Parque Florestal do Rio Vermelho e  para a Praia do Santinho, além de seis córregos. A Trilha do Morro das Aranhas inicia no canto sul do Santinho, onde está localizado as inscrições rupestres do costão e termina na praia do Moçambique. O acesso pelo Moçambique é feito após uma restinga localizada em uma estrada não pavimentada, situada dentro da reserva florestal do Rio Vermelho e termina no costão do Santinho.

Para curtir esse visual, o aventureiro precisa estar preparado. A caminhada de 2.200 metros de extensão é feita pela costa do Morro das Aranhas e dura aproximadamente 1h. A trilha é bastante acidentada, com muitos trechos e pontos difíceis de caminhada, no qual é preciso desviar, subir e descer por muitas pedras que fazem parte do percurso. Além disso, é recomendado ficar atento aos desníveis, bastante comuns durante a trilha, exigindo apoio com as mãos e exposição a altura.  Por isso, não é recomendado levar crianças pela trilha e tenha cautela ao carregar muito peso ou objetos que possam dificultar o apoio do corpo ou a utilização das mãos.

É importante que os aventureiros façam a trilha com um vestuário adequado, utilizando roupas leves. Também é recomendado o uso de bonés, tênis com sola aderente, calças ou bermudas e meias altas, por conta das inúmeros gravatás cortantes, trechos com lama, costões e mata rasteira.

Para repor as energias, sempre leve na mochila algo leve para comer (frutas, barra de cereal, sanduíches) e muita água, pois a trilha causará bastante desgaste físico e hidratar o organismo durante a caminhada é imprescindível. Se cansou durante a caminhada, faça pausas e espere o fôlego voltar. Belezas naturais para apreciar não faltarão: durante todo o percurso é possível avistar o mar aberto, a ilha das aranhas, muitos barcos de pesca, gaivotas e a vista panorâmica da praia do Santinho e do Moçambique.

Informações:

Atrativos: Praia, vista panorâmica, mata fechada, fontes d’água, inscrições rupestres, costões.

Grau de dificuldade: Médio. Caminhada com pontos de desníveis, exigindo apoio das mãos. Muitas subidas e descidas, pedras, lama e trechos de mata fechada. É importante ficar atento aos desníveis e costões íngremes.

Extensão: 2.200 metros.

Tempo de percurso: 1h.

Início e Fim: A trilha pode ser feita por dois locais: pelo Costão do Santinho a trilha inicia em frente ao Museu ao Ar Livre Costão do Santinho e termina na praia do Moçambique. Já pela Praia do Moçambique, a trilha inicia no fim da praia e termina no costão do Santinho.

Tipo de Terreno: A trilha contém muitos trechos com pedras, subidas e descidas com mata rasteira e gravatás. Também existem trechos alagados e lameados.

Principal dificuldade: Subida e descidas íngremes. Pedras, trechos com lama e mata fechada.

O que imprescindível: Levar água, utilizar roupas leves, tênis e bagagem com pouco peso.

Graduação para Bicicletas: Não é recomendado fazer a trilha de bicicletas. A trilha possui muitos trechos íngremes e rochosos, com risco de queda.

Como chegar: Para chegar na Praia do Santinho de ônibus é preciso pegar a linha Ingleses no terminal do Tican (terminal integrado de Canasvieiras) e descer no canto sul da Praia, próximo ao Resort Costão do Santinho. Já para ter acesso à trilha pelo Moçambique é preciso pegar a linha Costa do Moçambique no Tican (Terminal integrado de Canasvieiras).


publicidade

publicidade

publicidade